Tim(88)9761-4880

Lula confessa crime de corrupção para tentar ter pena reduzida

A defesa de Lula partiu para um movimento bastante interessante na última semana.

Baseando-se numa tese do próprio Sergio Moro, quando este ainda estava como juiz auxiliar no gabinete de Rosa Weber, os advogados de Lula resolveram admitir que o petista cometeu o crime de corrupção.

A ideia, como ocorreu na época, é a seguinte. Em 2012 o ex-deputado federal do PT, João Paulo Cunha, quando condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, acabou por ser absolvido, graças é claro, ao entendimento do STF de que a lavagem de dinheiro foi apenas uma consequência do crime de corrupção.

Agora, Lula tenta confessar o crime de corrupção passiva negando o crime de lavagem de dinheiro, os motivos principais  que originaram a condenação.

Com informação da Época.

06 de ABR de 2019 às 09:59:13
Fonte: Republica de Curitiba
imagem

A defesa de Lula partiu para um movimento bastante interessante na última semana.

Baseando-se numa tese do próprio Sergio Moro, quando este ainda estava como juiz auxiliar no gabinete de Rosa Weber, os advogados de Lula resolveram admitir que o petista cometeu o crime de corrupção.

A ideia, como ocorreu na época, é a seguinte. Em 2012 o ex-deputado federal do PT, João Paulo Cunha, quando condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, acabou por ser absolvido, graças é claro, ao entendimento do STF de que a lavagem de dinheiro foi apenas uma consequência do crime de corrupção.

Agora, Lula tenta confessar o crime de corrupção passiva negando o crime de lavagem de dinheiro, os motivos principais  que originaram a condenação.

Com informação da Época.

06 de ABR de 2019 às 09:59:13
Fonte: Republica de Curitiba